quarta-feira, agosto 03, 2022

IC1396


IC1396 ou Nebulosa da Tromba do Elefante
03 de Agosto de 2022, Ponta Delgada
Integração de 60 x 120 segundos em SHO Pallete Hubble


 

sexta-feira, julho 29, 2022

Nebulosa do Pelicano em SHO

21 de Julho de 2022
Integração de 14 x 120 segundos

Dados técnicos:
Refractor Takahashi 102FS f/6
Camera ZWO ASI294MC Pro
Montagem iOptron CEM60
Tempo de exposição: 14 x 120 segundos, Ganho 200, Offset 8 temperatura 0C
Guiagem off-axis com camera ZWO ASI224MC
Processo robótico com RPi StellarMate, plataforma Kstars-Ekos-INDI
40 flats, 20 darks e 20 bias com Flat Panel Dad
Astro Pixel Processor
Ponta Delgada, Fajã de Baixo



 

Cometa C/2017 K2 Panstarrs

21 de Julho de 2022
Integração de 7x120s

 

Nebulosa da Íris


NGC7023 em duas sessões de astrofotografia em 8 de Maio e 27 de Julho de 2022
Integração de 24 x 120 segundos.


Dados técnicos:
Refractor Takahashi 102FS f/6
Camera ZWO ASI294MC Pro
Montagem iOptron CEM60
Tempo de exposição: 24 x 120 segundos, Ganho 200, Offset 8 temperatura 0C
Guiagem off-axis com camera ZWO ASI224MC
Processo robótico com RPi StellarMate, plataforma Kstars-Ekos-INDI
40 flats, 20 darks e 20 bias com Flat Panel Dad
Astro Pixel Processor
Ponta Delgada, Fajã de Baixo


 

terça-feira, maio 31, 2022

Supernova SN2022hrs

 



Depois de muitas noites sob nuvens tivemos finalmente cerca de duas horas de céu claro que permitiu fazer astrofotografia.

Neste caso dedicámos 30 minutos à Supernova SN2022hrs do tipo Ia, situada no conjunto de duas galáxias em interacção, a NGC4647 e a Messier 60, conjunto este designado por ARP 116 a cerca de 63 milhões de anos luz de nós.
As Supernovas do tipo Ia existem devido à interacção entre uma anã branca e uma sua companheira criando no futuro uma estrela de neutrões ou um buraco negro.
Outras galáxias são visíveis na imagem.
Dados técnicos:
Refractor Takahashi 102FS f/6
Camera ZWO ASI294MC Pro
Montagem iOptron CEM60
Tempo de exposição: 15 x 120 segundos, Ganho 200, Offset 8 temperatura 0C
Guiagem off-axis com camera ZWO ASI224MC
Processo robótico com RPi StellarMate, plataforma Kstars-Ekos-INDI
40 flats, 20 darks e 20 bias com Flat Panel Dad
Astro Pixel Processor
Ponta Delgada, Fajã de Baixo em 24/05/2022

domingo, fevereiro 27, 2022

Capacete de Thor, duas sessões de 2020 e 2022


 Duas sessões de astrofotografia, 2020 e 2022 em Ponta Delgada, Açores.

Dados técnicos:
Refractor Takahashi 102FS f/6 em montagem iOptron CEM60
Camera ASI294MC Pro, 32 x 120 s, filtro L-eNhance Optolong
Guiagem ASI224MC off-axis
Controlo Stellarmate
Processado com Astro Pixel Processor (HOO2).



terça-feira, fevereiro 22, 2022


Objecto Sharpless-275 ou Nebulosa da Roseta tem a forma de um disco e está situada na constelação do Unicórnio.
É constituída centralmente  por um "cluster" estelar denominado NGC 2244 com estrelas massivas do tipo O como as HD 46150 e HD 46223 cuja pressão de radiação produz a cavidade central característica da Roseta.
No seu interior existem nebulosas escuras chamadas de glóbulos Bok assim como as estruturas de formação estelar conhecidas como Trombas de Elefante e Pilares.
Outro objecto é uma estrela do tipo F que lança para o espaço um jacto de gás e é conhecido como objecto Herbig-Haro (HH 889).
A imagem anotada permite localizar todos estes objectos e fenómenos astronómicos.
Foi obtida com 1 hora e 15 minutos de exposições de 120 segundos cada (37x120s) na noite de 21 de Feevereiro 2022 em Fajã de Baixo, Ponta Delgada.
Dados Técnicos:https://astrob.in/wv4vdx/0/
Refractor Takahashi 102FS f/6, ASI294MC Pro, ganho 225, temperatura 0 graus, filtro L-eNhance optolong, guiagem off-axis com ASI224MC.
Montagem iOptron CEM60. Controlo Stellarmate em plataforma INDI-Kstars-Ekos.
Processamento Astro Pixel Processor, SHO-Hubble Palete 2.












 

Nebulosas do Cone e da Árvore de Natal


Nebulosas do Cone e da Árvore de Natal em 20-21/02/2022 em Ponta Delgada, Açores.
Duas horas de exposições (60x120 segundos).
Processamento em modo SHO (Hubble Palete, APP).
ASI294MC Pro e filtro L-eNhance Optolong.
Refractor Takahashi 102FS f/6.
Controlo Stellarmate, plataforma INDI-Kstars-Ekos.
Dados técnicos: https://astrob.in/ey7c58/0/



 

C/2019 L3 (ATLAS) e 67P/Churyomov-Geramisenko


 Dois cometas na noite de 20 de Fevereiro de 2022: 67P/Churyomov-Geramisenko e C/2019 L3 (ATLAS)

quarta-feira, janeiro 26, 2022

Sh2-199 em mosaico e uma outra integração apenas com 32 minutos de exposições


Nebulosa da Alma: mosaico experimental com 79 imagens de 120 segundos cada realizadas em 4 sessões de 2020 (3) e 2022 (1).
 



Sh2-199 com a IC1848 e a zona W5.

 


Zona central da Nebulosa Sh2-199 ou mais conhecida pela Nebulosa da Alma, onde domina um cluster estelar denominado IC1848 e onde também é visível a zona de formação estelar W5 (quadrante inferior direito). Segundo a teoria de formação estelar comumente aceite, o gás inter-estelar é comprimido formando cavidades no extremo das quais surgem as estrelas.
Esta nebulosa situa-se na constelação da Cassiopeia no braço de Perseu da nossa galáxia.
Esta imagem é o resultado de 2 horas e 40 minutos de exposições realizadas em 2020 e 2022.
Refractor Takahashi 102FS f/6 e ZWO ASI294MC Pro, filtro L-eHance optolong com operação via INDI-Kstars com RPi Stellarmate.
Software processamento Astro Pixel Processor.
Dados Técnicos em https://astrob.in/m7pkdq/0/


quinta-feira, janeiro 06, 2022

Nebulosa da Cabeça do Cavalo

Nebulosa da Cabeça do Cavalo 04 Janeiro 2022
Takahashi 102FS f/6, iOptron CEM60, ZWO ASI294MC Pro, filtro Optolong L-eXtreme, 32x120s
Stellarmate RBPi

 

Cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko 4 de Janeiro 2022







 

quarta-feira, janeiro 05, 2022

Nebulosa da Califórnia

Nebulosa da Califórnia em 4 de Janeiro de 2022, a primeira imagem de 2022. Takahashi 102FS f/6, iOptron CEM60, ZWO ASI294MC Pro, filtro L-eXtreme, Stellarmate, 54x120s, Astro Pixel Processor.

terça-feira, outubro 26, 2021

NGC6960 e Triângulo de Pickering

 NGC6960 e Triângulo de Pickering na Nebulosa do Véu.

Resultado de duas sessões em 23 e 25 de Outubro 2021 em Fajã de Baixo, Ponta Delgada, Açores.

quinta-feira, outubro 21, 2021

Pacman Nebula com Lua Cheia e ASI533MC Pro

 Pacman Nebula ou Sh2-184 vista pela ASI533Mc Pro através do refractor Baader 66ED/400 mais aplanador de campo, filtro Optolong L-eXtreme com 36 exposições de 120 segundos e Vixen GBDX. Autoguiagem com ZWO Mini e Controlo WiFi com Stellarmate em 20/10/2021 com Lua Cheia e muita poluição luminosa artificial.

Fajã de Baixo, Ponta Delgada, Açores.








domingo, outubro 10, 2021

Cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko

 Cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko, onde pousou a sonda robótica Philae em 12 de Novembro de 2014, e agora a passar na constelação do Touro a 69.9 milhões de quilómetros atingindo o seu perihélio a 2 de Novembro deste ano.



IC348 e Sh2-224

 IC 348 é um cluster aberto de cerca de 400 estrelas com a idade de 2 milhões de anos rodeado pela nebulosa de reflexão denominada vdB 19 localizada a 890 anos luz do nosso sistema solar na constelação de Perseu. Este cluster é formado por estrelas azuis muito brilhantes pertencentes à Sequência Principal, enquanto outras são muito jovens e em formação.

Esta imagem representa exposições de 120 segundos relativas a 3 sessões em 2020 (18 Setembro e 9 de Dezembro) e 2021 (8 de Outubro) num total de 73 minutos, realizadas em Fajã de Baixo, Ponta Delgada.


Nebulosa de emissão Sh2-224, restos da explosão de uma Supernova na constelação da Carruagem (Auriga).
Exposição de 60 minutos integrando 30 imagens de 120 segundos cada em 09 de Outubro de 2021.
Nebulosa de brilho muito ténue e de difícil aquisição sem uma longa exposição. Neste caso o filtro L-eHance da Optolong favoreceu a captação da emissão H-alfa numa exposição de apenas 1 hora.
Dados técnicos em https://astrob.in/l9vsb1/0/





quarta-feira, setembro 29, 2021

M31 e algumas vizinhas próximas

A galáxia de Andrómeda ou Messier 31, nossa vizinha que fica só à distância de 2,4 milhões de anos-luz. Dentro de cerca de 4,5 mil milhões de anos irá colidir com a nossa Via Láctea formando uma nova galáxia que provavelmente se passará a chamar Androláctea.
No canto esquerdo superior vemos outa galáxia, Messier 110 e ainda uma outra à direita inferior da M31, a Messier 32, todas fazendo parte do Grupo Local que inclui mais de 54 galáxias.
A imagem é relativa a 5 horas de exposições realizadas em 2020 (23/2, 4/7 e 15/8) e 2021 (27/9) envolvendo diferentes ópticas.
Dados técnicos em https://astrob.in/qh6rlp/0/



 

terça-feira, setembro 28, 2021

Supernova SN2021rhu na NGC 7814

 Supernova SN2021rhu tipo Ia na galáxia NGC7814 situada na constelação do Pégaso a 40 milhões de anos-luz do nosso sistema solar. Foi descoberta pelo Zwicky Transient Facility em 1 de Julho de 202. Estimamos uma magnitude de 14,4 tendo em atenção que as condições atmosféricas não eram as melhores com muita nebulosidade e a Lua em Quarto Minguante.

O tipo Ia significa a existência de um sistema estelar binário em que uma das estrelas é uma Anã Branca que é canibalizada ou é integrada por uma estrela parceira gigante ou outra Anã Branca ultrapassando o designado limite de Chandrasekhar (1,44 massas solares) e explodindo, lançando no espaço os elementos necessários ao surgimento da vida.

Ponta Delgada, 27 de Setembro de 2021.







sexta-feira, setembro 17, 2021

Messier 16

 Messier 16 ou Nebulosa da Águia com os seus "Pilares da Criação" em SHO-Hubble Palete com o Astro Pixel Processor.

Esta nebulosa merecia mais do que 36 exposições de 120 segundos se o céu açoriano o permitisse. Imagem resultado de duas sessões de astrofotografia em 7 e 15 de Setembro 2021. De fotão em fotão fomos enchendo o sensor... apesar de toda a poluição luminosa artificial e natural (Lua em quarto Crescente) que nos rodeava.
Dados técnicos em https://astrob.in/3ipduc/0/
Fajã de Baixo, Ponta Delgada, Açores.



quinta-feira, setembro 16, 2021

Cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko

 67P/Churyumov-Gerasimenko, o cometa visitado em 2015 pela sonda Rosetta com o seu módulo robótico Philae, lançada pela Agência Espacial Europeia em 2 de março de 2004, está de volta, não tivesse um período orbital de 6,45 anos vindo da Cintura de Kuiper.

Conhecido como o cometa escuro, só reflecte 6% da luz nele incidente, é extremamente poroso com uma densidade inferior á da água e com a sua superfície coberta por sulfureto de ferro e carbono e muito material orgânico, sobretudo o aminoácido glicina essencial à vida.
Apresenta já uma extensa cauda e um falso núcleo evidente com uma magnitude 11 a pouco mais de 86 milhões de km de distância e podendo ser detectado na constelação do Touro.
Ponta Delgada, Açores, 16 de Setembto de 2021.



Sh2-173 ou o Fantasma da Ópera

 Sharpless 2-173 ou a Nebulosa do Fantasma da Ópera por parecer-se com um crânio, é uma região de hidrogénio ionizado (HII) de 700 anos-luz de diâmetro, a uma distância aproximada de 8000 anos-luz, ao lado da estrela azul-branca 12 Cassiopeiae (cas12) de magnitude 5. As duas zonas escuras que formam pareidolicamente as órbitas do crânio são duas nebulosas escuras (LDN1282 e 1283) e a imagem ainda mostra um enxame globular NGC 103 na zona superior direita.

A imagem é o resultado de duas horas de exposições de 120 segundos com muitas poluição luminosa sobretudo com a presença da Lua em Quarto Crescente.
Dados técnicos em https://astrob.in/4q2bga/0/
Ponta Delgada, Açores, 15 de Setembro de 2021.



sábado, setembro 11, 2021

Supernova SN2021wkv na NGC 6184

 Uma Supernova no limiar da capacidade óptica do refractor Takahashi 102FS f/6:

Supernova SN2021wkv do tipo Ia, com magnitude estimada de 15,5 situada na galáxia NGC 6184 a 400 milhões de anos-luz de distância do nosso sistema solar, na constelação de Hércules e descoberta a 20 de Agosto 2021 pelo projecto ATLAS.
A supernova é visível pela intersecção das duas linhas.
Ponta Delgada, Azores, 8 de Setembro de 2021.



quinta-feira, setembro 09, 2021

Supernova SN2021wuf na NGC6500/6501

 Aqui está a bela Supernova SN2021wuf com uma magnitude aproximada de 14 na galáxia espiral NGC 6500 a 150 milhões de anos-luz de distância do nosso sistema solar e ao lado da NGC 6501, ambas na constelação de Hércules. A supernova situa-se no cruzamento das duas linhas.

Ponta Delgada, Azores em 08/09/2021.



quarta-feira, setembro 08, 2021

Cometa 6P/d`Arrest

 Não é uma imagem de referência, sobretudo porque resulta apenas da integração de 5 imagens de 120 segundos cada, aquilo que o céu da noite de 7 de setembro permitiu ver do cometa periódico 6P/D`Arrest que transita na constelação do Ofiúco.

Dado pelos simuladores como tendo uma suposta magnitude 9 pelo seu perihélio em 17 de Setembro 2021, passou a 0,75 Unidades Astronómicas da Terra no passado 2 de Agosto.
Afinal, e como tem sido sempre observado nas suas outras aparições, nomeadamente em 1995 e 2015, o seu brilho é extremamente fraco, como demonstra a imagem, onde se revela aquele pequeno ponto esverdeado no centro do círculo preto.
Fajã de Baixo, Ponta Delgada, Açores, 7 de Setembro de 2021.



sábado, setembro 04, 2021

Sh2-54

 Na constelação da Serpente a 5500 anos-luz de distância a Sharpless 2 - 54 está visível na zona superior da imagem enquanto o enxame globular de estrelas conhecido como NGC 6604 situa-se no centro com 4 a 5 milhões de anos de idade.

A Sh2-54 é uma zona de grande formação estelar e pertence ao enorme complexo formado pelas duas nebulosas da Águia (M16) e do Ómega (M8).
Dados técnicos em https://astrob.in/o7ww8m/0/
Fajã de Baixo, Ponta Delgada, Açores, 02 de Setembro de 2021.


Em modo SHO - Hubble Palete Astro Pixel Processor





sexta-feira, setembro 03, 2021

IC 4685, IC 1274, IC 1275 e NGC 6559

 Na constelação do Sagitário e a nordeste da M8 ou Nebulosa da Lagoa, de que se vê apenas uma parte, a cerca de 4000 anos-luz de distância, reside uma região de emissão e reflexão onde domina a IC 4685 com as suas nuvens escuras, situada no meio da imagem. Fazem parte da imagem outras IC`s tais como as duas regiões em forma de bolbo designadas por IC 1274 e IC 1275 separadas pela nebulosa escura de poeira B 91. Por baixo da IC 4685 poderá ver-se a NGC 6559 em forma de arco onde tem lugar o nascimento de estrelas.

Dados técnicos em https://astrob.in/4ren8w/0/
Fajã de Baixo, Ponta Delgada, Açores, 02 de Setembro de 2021.


As IC`s (do Index Catalog) situadas na constelação do Sagitário mesmo ao lado da Nebulosa da Lagoa, de que se vê apenas uma pequena zona do lado direito da imagem, agora processadas em SHO - Hubble Palete, dando evidência à NGC 6559 logo abaixo da IC 4685 (no centro da imagem), berçário de proto estrelas. Também são mais evidentes as outras Ic`s, 1274 e 1275 separadas pela nebulosa escura B 91 (na zona superior da imagem) e com a forma de bolbos.
A imagem reflecte as condições de aquisição sob muita poluição luminosa e a pouca integração apenas com 15 imagens de 2 minutos cada. Utilizado o filtro de banda dupla Optolong 2" L-eNhance. Outros dados técnicos em https://astrob.in/rf24qu/0/
Fajã de Baixo, Ponta Delgada, Açores, 02/09/2021.




quinta-feira, agosto 19, 2021

Messier 33 e Sh2-129

 Messier 33 ou a galáxia do Triângulo, é uma galáxia em espiral situada a cerca de 3 milhões de anos-luz na constelação do Triângulo. Com metade do tamanho da nossa galáxia e contando aproximadamente 40 mil milhões de estrelas, é no entanto o terceiro maior membro do Grupo Local de que fazemos parte.

Já foram identificados nesta galáxia 54 Enxames Globulares de estrelas estimando-se no entanto que este numero poderá subir acima dos 122. Supõe-se que no passado, entre 2 a 8 mil mihões de anos, esta galáxia tenha interagido com a galáxia de Andrómeda. Na imagem são distintas zonas de intensa formação estelar, designada por HII, que inclui o seu núcleo onde reside uma potente fonte de raios-X, talvez proveniente de um Buraco Negro.
Imagem obtida na madrugada de 18 de Agosto 2021 em Fajã de Baixo, Ponta Delgada, Açores.
Dados técnicos em https://astrob.in/kop6yg/0/



Imagem resultante de duas sessões em 08/08/2020 e 18/08/2021 perfazendo um total de 60 x 120 segundos.


Sh2-129
https://astrob.in/vsmlgt/0/



NGC 6960 ou Nebulosa filamentar do Véu Oeste.

 NGC 6960 ou Nebulosa filamentar do Véu Oeste.

Quis a meteorologia colaborar oferencendo-nos uma noite magnífica, das muito poucas que anualmente por cá se registam, permitindo-nos realizar um pouco mais de duas horas de exposições sobre esta zona do céu na constelação do Cisne onde 10.000 anos atrás explodiu como supernova uma estrela.
Dados técnicos em https://astrob.in/5x6ngt/0/
Fajã de Baixo, Ponta Delgada, Açores em 17 de Agosto 2021.



domingo, agosto 08, 2021

quinta-feira, agosto 05, 2021

Sh2-132 ou Nebulosa da Bolha

 Nebulosa da Bolha ou Sharpless 2-132 ou ainda NGC 7635 situada na constelação da Cassiopeia a cerca de 11.000 anos luz do nosso sistema solar.

A bolha está a expandir-se devido ao vento solar emitido pels estrela BD+6002522, 45 vêzes mais massiva que o nosso Sol e visível na zona inferior da bolha.
Dados técnicos em https://astrob.in/bx2xev/0/.
Fajã de Baixo, Ponta Delgada em 02/08/2021.



O Enxame Globular Estelar Messier 52 ou NGC 7654.




domingo, julho 25, 2021

A Muralha do Cisne

 A muralha de gás interestelar da NGC 7000 ou Nebulosa da América do Norte em HSO (H-alfa, SII e OIII).

24 de Julho 2021 entre as 10:12h e 10:47h em Fajã de Baixo, Ponta Delgada, Açores em noite de Lua Cheia e perturbação atmosférica grande que só permitiu fazer 17 imagens de 120 segundos cada.
Processado por Astro Pixel Processor, algoritmo HSO - Hubble Palete 2.
Dados técnicos em https://astrob.in/8mu53i/0/