quarta-feira, janeiro 30, 2008

A propósito da ESA e as antenas do Charco da Madeira

As antenas da PT no charco da Madeira continuam a aguardar utilização.
Viradas para o zénite, são o sinal de que o cabo óptico desempenha hoje em dia todas as funções que antes lhes eram atribuídas. Ou seja: colocaram todos os ovos debaixo da mesma galinha!
Mas mais do que isso, é o incrivel investimento que ali foi feito com duas antenas gigantes (e outra na ilha Terceira) , uma delas com 32 metros de diâmetro, e que agora estão a ganhar limos e ferrugem.
Alguns anos atrás propusemos à Direcção Regional da Ciência e Tecnologia a utilização daquelas antenas num vasto programa científico, coordenado pelo Observatório Astronómico de Santana, e que consistia num projecto internacional de rastreio de asteroides e pesquisa de fontes rádio no centro galáctico.
O projecto apresentado em 2003 e que poderá ser consultado em http://www.astrosurf.com/azores/Radioastronomia.htm, subscrito por mim, pelo Prof. Mário Gata do Dep. de Matemática da Universidade dos Açores, Prof. António Magalhães da Universidade do Porto (Centro Astrofísica) e pelo Phd John Ponsonby do Jodrell Bank, deveria ser candidato a co-financiamento pela União Europeia e mesmo pela Agência Espacial Europeia (ESA).
Em torno deste projecto gravitariam muitos especialistas internacionais e nacionais na área da Radioastronomia e criar-se-iam postos de trabalho altamente qualificados nas vertentes da electromecânica e electrónica.
O OASA ao desaparecer como associação, tambem levou consigo este projecto absolutamente viável e sustentável. Para além do mais colocaria a RAA nos foruns internacionais da ciência e tecnologia, sem contar com os aspectos pedagógicos para a nossa juventude.
Ficamos a aguardar o desenlace ....

quinta-feira, janeiro 24, 2008

Estação da ESA em Santa Maria


Foi inaugurada a nova estação de rastreio da ESA, na ilha de Santa Maria. A estação vai fazer o rastreio de lançamentos a partir de Kourou na Guiana Francesa. A estação de Santa Maria será uma das primeiras estações da rede de estações ESTRACK com a capacidade de fazer rastreio de lançadores. Vai acompanhar os lançamento do Ariane e também dos novos lançadores Vega e Soyuz.
O Observatório Astronómico de Santana prepara-se para abrir ao público no primeiro trimestre deste ano, numa iniciativa da Direcção Regional da Ciência e Tecnologia. O sistema de ensino na região anseia por esta reinauguração, agora com novos donos.
Nos tempos de ouro do Núcleo Açoriano da Associação Portuguesa de Astrónomos Amadores, o planetário portátil teve mais de 65.000 visitantes e visitou todas as ilhas dos arquipélagos dos Açores e Madeira. Ainda hoje a comunidade escolar relembra com saudade esta actividade.
O NAAPAA foi das organizações associativas que mais actividade desempenhou enquanto foi viva.

segunda-feira, janeiro 21, 2008

terça-feira, janeiro 15, 2008