sábado, fevereiro 26, 2011

Novas manchas solares



Depois de ter provocado algumas fulgurações da classe C e M e ainda uma X3, a Região Activa 1163 parece involuir magneticamente. Outra mancha solar do tipo Axx surgiu esta manhã e desenvolve-se rapidamente.Classificámo-la como RA1165 sem contudo ter ainda a confirmação. Em todo o caso em torno das duas regiões activas conhecidas por 1163 e 1164 existe um reticulado de fáculas que fazem supor uma actividade magnética ainda intensa.
A imagem abaixo refere-se ao zona leste do disco solar vista em H-alfa.

terça-feira, fevereiro 22, 2011

RA`s 1161 e 1162 a rodarem




Dentro em breve o Sol irá ficar sem manchas solares depois destes dois grupos rodarem no limbo oeste.

domingo, fevereiro 20, 2011

EMC peculiar no limbo solar


Uma Ejecção de Massa Coronal com um formato muito peculiar surgia esta manhã no limbo NW do Sol.
As regiões activas 1161 e 1162 continuavam nuito activas em especial a primeira.

sábado, fevereiro 19, 2011

Imagens em H-alfa: RA`s 1161 e 1162

Mais fulgurações da classe C e M nas RAs 1161-1162


O grupo de manchas solares designado por Região Activa 1161 deu origem a outro grupo distinto (RA1162) enquanto produzia uma fulguração da classe M6.6 quase atingindo a a categoria X, sendo uma das maiores fulgurações deste 24º ciclo solar. As previsões do NOAA estima em 75% de probabilidades destas duas regiões activas produzirem fulgurações da classe M nas próximas 24 horas.
Aqui ficam as imagens do dia 19.



A RA 1158 roda neste momento no limbo solar SW.

sexta-feira, fevereiro 18, 2011

Duas Regiões Activas gigantescas no Sol


Depois de ter gerado 2 erupções da classe M, 3 da classe C e uma da classe X2 a RA 1158 mantem-se agora estável na sua configuração e complexidade magnética.
O mesmo não se poderá dizer da RA 1161 que no espaço de dois dias evoluiu de uma Dai para uma Fkc apresentando multipolaridades que poderão provocar ejeções de massa coronal e fulgurações da classe X. A seguir com atenção.

quarta-feira, fevereiro 16, 2011

RA 1158 em evolução


A Região 1158 aproxima-se agora do limbo oeste do Sol com maior complexidade e grandeza: tipologia FKc.

terça-feira, fevereiro 15, 2011

RA1158: 1ª erupção em raios X


A Região Activa 1158, a atravessar neste momento o meridiano central solar, produziu uma erupção em raios X de grau 2 pelas 01:56 UT de 15 de Fevereiro.
Apesar da turbulência atmosférica registada durante todo o dia de hoje, ficam aqui duas imagens, uma no comprimento de onda do visível e outra na primeira linha de emissão do hidrogénio mostrando o aspecto desta região depois desta primeira grande erupção. Na imagem da fotosfera vê-se claramente dois arcos magnéticos muito pronunciados, muitas horas depois de se ter registado esta fulguração. É suposto este fluxo de radiação e cargas eléctricas chegar ao nosso planeta dentro de dois dias. A nossa atmosfera reterá a maior parte da radiação.

domingo, fevereiro 13, 2011

Actividade Solar em crescendo

A Região Activa 1158 bastante complexa apresentando multipolaridades e um dimensão equivalente em extensão a 15 Terras com uma tipologia Fki. Neste início do 24º ciclo é a primeira vez que se regista um região com esta complexidade.

A Região Activa 1157 menos complexa é claramente bipolar com uma tipologia Dai.

quarta-feira, fevereiro 09, 2011

Actividade solar: Região Activa 1153



Desde as últimas horas que esta região activa no Sol, que agora roda para o lado oposto virado para o nosso planeta, entrou em actividade com fulgurações da classe M e C.

Asteroide 4 Vesta e Vénus


Na madrugada do dia 9 de Fevereiro pelas 7:45 UT, logo após o início do crepusculo astronómico, captámos esta imagem do asteróide Vesta em conjunção com Vénus que apresentava um brilho ofuscante de -4,1 enquanto Vesta tinha uma magnitude de 7,8.

domingo, fevereiro 06, 2011

Uma barca no céu


Depois de um dia de mau tempo, a noite trouxe-nos uma Lua que parecia no céu uma barca. E tudo porque perto do equinócio da Primavera a eclíptica atinge o seu máximo de 23,5 º que adicionada à nossa latitude de 37º, mais a inclinação da órbita lunar de cerca de 4º, perfaz uma inclinação total de 64, 5º. Ora como nesta data a Lua está a norte da eclíptica, ela surge no céu quase na vertical do Sol, parecendo uma barca.

O espectáculo era ainda mais gratificante pela presença a sudoeste de Júpiter.

sexta-feira, fevereiro 04, 2011

SN2011b na NGC2655



Imagem da noite de 4 de Fevereiro de 2011.

Lua em Quarto Crescente



04 de Fevereiro de 2011, 18:00 UT
Lua em Quarto Crescente
Ponta Delgada
Canon 350D com filtro CLS, 100ISO
Celestron 203mm f/10

quinta-feira, fevereiro 03, 2011

Uma Supernova numa galáxia longinqua

Noite de 3 de Fevereiro: apesar das más condições atmosféricas com um céu carregado de nuvens e com vento sul, fizemos de forma muito rápida 14 imagens de uma galáxia distante a 81 milhões de anos-luz, a NGC 2655 onde explodiu uma estrela, catalogada como SN2011B.


Sem seguir as regras de uma boa colocação em estação da montagem equatorial, apenas usámos duas estrelas no processo de alinhamento, conseguimos obter ainda algumas imagens que depois de tratadas com o software Iris e ainda o CS3, nos deram uma imagem final de 14x40 segundos, mostrando claramente a Supernova do tipo Ia.
Calcula-se que presentemente a magnitude desta Supernova se situe nos 13.7.

Na imagem todas as estrela visiveis pertencem á nossa galáxia. Na galáxia NGC2655 , situada a 81 milhões de anos-luz da nossa, apenas a estrela que explodiu se tornou agora visível.



Este acontecimento teve lugar perto a constelação da Ursa Menor como mostra a imagem.

Tambem juntamos uma outra imagem produzida por um simulador (SkyMap) mostrando o campo estelar e a galáxia NGC2655.