sexta-feira, dezembro 30, 2011

Actividade Solar

A actividade solar continua muito baixa.estão presentes apenas 3 grandes grupos, um dos quais,o 1389 tem despoletado algumas fulgurações classe M e C.
A imagem foi obtida com um etx90 mm e um filtro mylar.

sábado, dezembro 17, 2011

O Sol revisto em baixa


Dia 17 de Dezembro 2011: o disco solar apresentava três grupos de manchas solares sendo que a maior e mais complexa não passava de uma Csi que deverá involuir rapidamente. Algo pouco comum se passa neste 24º ciclo solar!!

Palestra de Jorge Grave e sessão observacão astronómica


 Na sequência do ciclo de palestras" + Luz", promovidas pelo OASA, Observatório Astronómico de Santana Açores, teve lugar no dia 16 de Dezembro de 2011, na Escola Secundária da Ribeira Grande, uma palestra intitulada "O frenesim de uma maternidade de estrelas - Como as estrelas governam as galáxias sem saírem do seu berço" pelo Dr. Jorge Grave do CAUP.


 Seguiu-se uma sessão de observação astronómica muito concorrida pelos presentes á palestra, onde o OASA, com o seu Celestron de 11 polegadas, mostrou exemplificando o que era uma maternidade de estrelas, nomeadamente a M42 e a M45, para além de enxames globulares de estrelas e ... forçosamente o rei da noite: Júpiter, do qual mostramos uma imagem feita afocalmente com uma simples camara digital colocada manualmente "á boca" de uma ocular de 25mm.


 O portentoso Celestron 11 fez uma ronda pelos céus.

quinta-feira, dezembro 15, 2011

sábado, dezembro 10, 2011

O Sol no dia 10 Dezembro


O disco solar tem mantido uma actividade muito baixa com a presença de grupos de manchas solares maioritariamente da classe B, C e D sobretudo grupos simétricos de fraca polaridade e que rapidamente se desfazem. Apesar de nos ultimos meses ter subido a actividade, esta foi apenas o suficiente para fazer ultrapassar o nivel do 14º Ciclo sendo a mais baixa dos ultimos 80 anos.
A NASA tem revisto sistematicamente em baixa a actividade solar.
Entretanto nada é seguro e o Sol poderá reactivar-se nos próximos tempos contradizendo já as piores previsões e o anuncio de um novo Minimo de Mounder.
Na nossa modesta opinião, e tendo acompanhado de perto o 23º Ciclo Solar onde viamos já em 2001 a presença de uma actividade anormal no comportamento daquele ciclo, é grande a probabilidade de virmos a estar presentes no proximo futuro a um arrefecimento drástico devido ao fraco poder magnético das manchas solares e á consequente fraca luminosidade. 

quarta-feira, novembro 23, 2011

terça-feira, novembro 22, 2011

quinta-feira, novembro 17, 2011

domingo, novembro 13, 2011

O disco solar em 13.11.2011

Pelos vistos a RA1339 fez o seu transito sem ter produzido outras fulgurações para além de uma M. Significará isto uma descida acentuada do potencial magnético das manchas solares nest 24º ciclo?
Uma bonita Proeminência e um filamento gigantesco estavam presentes aguardando-se eventualmente alguma reconexão magnética.

terça-feira, novembro 08, 2011

O asteroíde 2005YU55 visto dos Açores


Imagem resultado da integração de 5x45s com C8 f/10 + Canon 350D modif a 1600ISO
Presença de muita poluição luminosa no quadrante Oeste o que introduziu muito ruído na imagem apesar do pré-processamento (flat-dark-bias).
Processamento com Irís.
Na imagem o asteroíde faz a sua entrada no quadrante superior direito sendo registado por 4 imagens com a duração de 45 segundos cada.
Magnitude visual calculada: 15.35
Local: Fajã de Baixo, Ponta Delgada
Em baixo o mapa da região do céu produzido pelo SkyMap 11 com inserção do campo abrangido pelo CMOS da Canon 350D + C8 f/10

Ver o UY55 ao vivo

http://events.slooh.com/


Alguns elementos sobre o 2005 YU55 

Size ~400 m in diameter

Mass 90 – 100 million metric tonnes
Closest distance to Earth on Nov. 8 325,000 km at 23:29 UTC (18:29 ET)
Closest distance to Moon on Nov. 9 239,867 km at 07:20 UTC (02:20 ET)
Speed at flyby ~49,400 km/h (~30,700 mph)
Spin period ~18 hours
Orbital period around Sun 1.22 years
Perihelion distance 0.65 AU (97,240 km)
Aphelion distance 1.63 AU (243,850 km)

segunda-feira, novembro 07, 2011

As regiões ativas no Sol no dia 7/11/2011

A RA 1339 depois de ter produzido um "flare" X1.9 e 5 do tipo M volta a estar serena baixando para 10% as hipóteses de relançar outra fulguração da classe X. No limbo leste 4 novos grupos fizeram a sua aparição e talvez tenham mais desenvolvimentos de relevo. Para a dimensão magnética da 1339 e comparando com outras idênticas do ciclo 23, esta não está a justificar toda a espetativa criada sobretudo no que diz respeito ao relançamento do ciclo 24 para um patamar de atividade maior.

quinta-feira, novembro 03, 2011

RA1339

Uma das maiores manchas solares de todos os ciclos conhecidos.

quarta-feira, novembro 02, 2011

RA1339: uma mega mancha solar

A RA1339 mostra uma complexidade magnética muito grande levando a crer que produzirá pelos menos algumas fulgurações da classe M.
Na expetativa...

terça-feira, novembro 01, 2011

Situação da atividade solar

A RA1330 está a rodar no limbo oeste solar continuando com uma estabilidade magnética importante.
Entretanto a SE e NE dois novos conjuntos de manchas solares estão a rodar tendo uma delas produzido esta madrugada uma fulguração com EMC da classe M. Estas duas regiões ainda não foram classificadas e apresentam grande complexidade magnética que se manifesta pela rede de fáculas circundantes. Esperemos que estas regiões façam finalmente a diferença neste ciclo.

sábado, outubro 29, 2011

A atividade solar: ponto situação

Desde que surgiu o grupo portentoso de manchas solares designado por Região Ativa 1330 que era esperado um desenvolvimento mais ativo deste grupo havendo sérias espetativas quanto á produção de algumas fulgurações da classe C e M e Ejeções de Massa Coronal. No entanto o grupo, apesar de ter crescido em tamanho e complexidade tem apresentado uma estabilidade magnética desconcertante.
A par desta situação, outro grupo, designado por RA1324 acaba agora de fazer o seu transito completo no disco solar tendo também apresentado uma complexidade magnética alfa-beta-delta e degenerando rapidamente num grupo  mais simples sem ter produzido fenómenos mais radicais.
Parece-nos a nós que estamos perante uma diminuição do potencial magnético das manchas solares (?). Se pensarmos que no anterior ciclo, grupos menos importantes provocaram fenómenos de monta e que o aparecimento de regiões ativas similares a estas eram a garantia de que se esperavam "flares" e EMC`s...talvez que alguma coisa se esteja a passar. Vamos aguardar por estudos mais aprofundados e relativos ao potencial magnético das manchas solares deste ciclo...

quarta-feira, outubro 26, 2011

O cometa C/2009 P1 Garradd na noite de 26 de Outubro

Notar o brilho esverdeado sinónimo da presença de moléculas de cianogénio

Outro cometa tão "baladado" pelas teóricos das conspirações e adeptos ferverosos das catástrofes, é o P/2006 T1 Levy que deveria apresentar uma magnitude 11 segundo o IAU Minor Planet Center (ver efemérides aqui) mas que a nossa pesquisa rápida (integração de 8x35s) mal deu para o ver.
Para Janeiro alguns previam uma magnitude visual em torno de 5 o que daria um belo espectáculo. Duvidamos sériamente...
Apresentamos o mapa gerado pelo Skymap 11 no dia e hora da nossa observação, da região onde deveria estar a brilhar com mais intensidade.

segunda-feira, outubro 24, 2011

sábado, outubro 22, 2011

O Sol dia 22 de Outubro

No limbo leste acaba de surgir uma nova Região Ativa

terça-feira, outubro 18, 2011

Será que o Sol vai regressar á atividade normal ?

Mais de sete Regiões Ativas estão a transitar no disco solar algumas com perspetivas de provocarem fulgurações da classe M, como a 1319 e a recém aparecida 1324.

Ciclo de Palestras no OASA





Mais informação em




quinta-feira, outubro 13, 2011

terça-feira, outubro 11, 2011

Em busca das Draconídeas

Na noite de 8 de Outubro, entre as 21:00 e as 21:30 Hora Local, na Região da Polar não passaram quaisquer draconídeas. Em todo o caso vimos no mesmo período cerca de uma dúzia a cruzar os céus noutras regiões e todas com proveniência do mesmo radiante.

sábado, outubro 08, 2011

O embrião de um futuro clube de astronomia



Realizou-se na noite de 7 de Outubro por iniciativa do Colégio do Castanheiro em Ponta Delgada uma sessão de observação astronómica em que a Lua e Júpiter foram os centros de atenção de muitas dezenas de alunos, pais e amigos que fizeram questão em estar presentes. O entusiasmo foi muito grande e a noite foi daquelas muito raras nos Açores.



A partir de agora todos os mêses haverá uma sessão de observação e pode ser que o entusiasmo que preside a estas iniciativas faça aparecer o Clube de Astronomia do Castanheiro, futuro promotor de tantas outras actividades.

quinta-feira, outubro 06, 2011

Cometa P1 Garradd na noite de 6 de Outubro

Apesar de Lua em quarto crescente e de muita poluição luminosa artificial (campo de jogos da Fajã de Cima e Court do Clube de Ténis) fizemos estas imagens resultado da integração de 31x30s com Canon 350D modificada e a 1600ISO em foco directo num Celestron 203mm a f/10.