terça-feira, novembro 23, 2010

A Cintura Equatorial Sul renova-se



Ao que parece a Cintura Equatorial Sul de Júpiter está a surgir outra vez através da ascenção de gigantescas plumas de gás metano nas camadas mais altas da sua atmosfera.



Dados de Júpiter relativos á imagem obtida com Celestron 8" a f/25 com SPC900nc e tratamento Registax v5:
Distância da Terra: 4.494012 UA
AR: 23h 37m 57.02s
DEC: -03º 56´ 20:94”
Hora TU: 17:45
Magnitude aparente: -2.61
Elongação: -112.2
Diâmetro angular equatorial: 43.9”
Longitudes do Meridiano Central:
Sistema I: 237.7º
Sistema II: 91.9º
Ângulo Posição Pólo Norte: 334.5º

sábado, novembro 06, 2010

Novo Cometa Ikeya e ainda o Hartley 2





Novo cometa foi descoberto por astrónomos amadores japoneses, neste momento a fazer o seu transito junto ao planeta Saturno e com uma magnitude visual entre 8 a 9.


Designado oficialmente por C/2010 V1 (Ikeya Marakumi) a sua magnitude presta-se a ser detectado com pequenos telescópios.


As duas imagens aqui presentes foram obtidas no dia 6 de Novembro de 2010, entre as 06:00 e as 06:19 UT em Ponta Delgada, Fajã de Baixo em condições de grande nebulosidade e são resultado da integração de 17 imagens de 45 segundos cada. O cometa parece revlar uma anti-cauda para além de uma cauda de poeiras já bastante pronunciável.




Entre as 04:36 e as 5:06 da madrugada do dia 6 de Novembro fizemos 27 imagens do Hartley 2 com 45 segundos de exposição cada. As integrações resultantes mostram um cometa em grande actividade:





No intervalo entre a obtenção das imagens destes cometas fizemos outras imagens de dois objectos: a NGC2024 e a M45 sob condições de muita nebulosidade vinda do quadrante sul.


segunda-feira, novembro 01, 2010

Hartley 2 no dia 1 de Novembro


Faltam 3 dias para o sobrevoo da missão EPOXI sobre o cometa 103P/Hartley 2.
Estas imagens foram obtidas em Ponta Delgada, Fajã de Baixo, na madrugada de 1 de Novembro sob condições de poluição luminosa bastante intensas e com fumo de fogueira a passar na região do céu onde transitava o cometa.
Fizemos a integração de 64 imagens de 45 segundos com a Canon 350D com filtro CLS a 1600ISO entre as 00:28 e 01:41 UT, Refractor 100mm a f/8 em montagem equatorial goto.
As imagens foram processadas pelo software Iris e CS3 com pré-tratamento de masters flats, darks e offsets. Foram subtraídos gradientes e redimensionadas as imagens a 80%.