segunda-feira, novembro 30, 2009

A nossa média anual em céu encoberto



Publicado pelo ISCCP da NASA, vários mapas mostram a cobertura média de nuvens para todos os mêses do ano bem como a média anual. A nossa média anda entre os 70 e os 80%, o que é muito mau para a realização de observações astronómicas. Este consitui o maior argumento para a criação de um Planetário que deverá nascer junto ao Observatório Astronómico de Santana complementando a sua actividade de divulgação científica. Localizado entre as duas cidades de São Miguel deverá constituir um pólo importante de atracção para as escolas, turismo científico e população em geral.
Aguarda-se pelo seu projecto.

segunda-feira, novembro 23, 2009

Ocultação visível dos Açores


No dia 28 de Novembro poderão acompanhar a ocultação da estrela 3CU188-055100 pelo asteroíde 234 Barbara, entre as 22h10m e as 22h 30 m hora local.
Consultar o mapa aqui apresentado.

sexta-feira, novembro 20, 2009

Asteroide intruso aproxima-se da Terra


O asteroide 2009 WJ6 com 11 metros de diametro, recentemente descoberto, está a passar hoje a cerca de duas distâncias Terra-Lua. Poderia ser visto a passar na constelação do Dragão com magnitude 16.
Outras noticias sobre este assunto AQUI.
O acompanhamento deste asteroide e de outros que apresentam maiores riscos de impacto,poderá ser feito também AQUI.

quarta-feira, novembro 18, 2009

Declarações do Secretário Regional José Contente


José Contente proferiu um conjunto de declarações relativas ao estado da região na área das ciências e a Astronomia. Em relação ao Observatório Astronómico de Santana - OASA,o secretário regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos afirma que esta infra-estrutura “constitui um pólo em que se pode estudar questões do âmbito da astronomia mais tradicional”.

Para este observatório estão anunciados novos investimentos, através da aquisição de um novo telescópio e de um novo planetário fixo.
Afirmou: “Esta infra-estrutura tem apoiado sobretudo as actividades dos astrónomos amadores e permitido um contacto mais estreito com as instituições escolares de S. Miguel”.
No que diz respeito aos investimentos na área da astronomia nos Açores, o secretário regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos afirma que “a astronomia, vocábulo derivado do grego, etimologicamente significa ‘lei dos astros’ e, como se sabe, é uma Ciência que hoje toma uma nova projecção com a associação às questões do espaço, para além do tradicional estudo das posições relativas, dos movimentos, da estrtutura e evolução dos astros”. Por isso, acrescenta, “hoje a astronomia espacial, que integra os sistemas espaciais, utiliza balões estratosféricos, foguetões, satélites e sondas automáticas. Ora, nos Açores, a Estação da ESA em Santa Maria e a estação ligada à Climatologia na Graciosa, são projectos em que se dilui o conceito clássico de astronomia”.

No que diz respeito ao avanço tecnológico regional fez questão em referir que “a agricultura e o turismo podem e devem ser complementados com a sociedade do conhecimento e das novas tecnologias num processo em que as sinergias resultantes da ligação destes três pilares possam melhorar a nossa qualidade de vida, acompanhar o mundo desenvolvido e rentabilizar os nossos recursos”.

quinta-feira, novembro 12, 2009

Astronomia em Ponta Delgada

Amanhã dia 13 de Novembro, vamos estar pelas 20:00 horas na Escola Secundária Antero de Quental em Ponta Delgada, numa sessão observacional destinada a alunos, pais e professores daquele estabelecimento de ensino. O OASA vai levar telescópios e S. Pedro vai fazer os possiveis para que não haja nuvens !!

quarta-feira, novembro 04, 2009

Curso de formação “Descobre o teu Universo” no OASA


O Observatório Astronómico de Santana eatá a realizar entre os dias 2 e 4 de Novembro, um Curso de Formação “Descobre o teu Universo! Vamos aprender e... ensinar Astronomia”.
Este curso, certificado pela Agência Nacional Ciência Viva é organizado pela Sociedade Portuguesa de Astronomia e insere-se no Ano Internacional da Astronomia. Tem como o objectivo de apoiar docentes dos ensinos básicos e secundário no auxílio a actividades de Astronomia nas escolas.

O curso está dividido em três módulos com as temáticas “Astronomia nos Ensinos Básico e Secundário. Introdução aos conceitos teóricos”; “Utilização de telescópios. Tipos de telescópios. Observação Diurna e Observação Nocturna” e “Teacher Training Program – Utilização de ferramentas e plataformas informáticas e de internet no Ensino da Astronomia”.
A coordenação da actividade está a cargo de Felisbela Martins, Associação Europeia para o Ensino da Astronomia, Rosa Doran, Núcleo Interactivo de Astronomia e Máximo Ferreira, Centro Ciência Viva de Constância