segunda-feira, novembro 26, 2007

Pedro Russo e o AIA

Ano Internacional da Astronomia
O investigador português está a dirigir as comemorações do Ano Internacional da Astronomia. Pedro Russo venceu um concurso internacional e mudou-se para a Alemanha onde coordena o projecto.

2 comentários:

Anónimo disse...

Olá João. Já consulei a tua página e o teu blog. Parabéns pelo excelente trabalho quer ao nível da astronomia, quer ao nível da informática e do design.
Eu sei que é pedir muito, mas para bem do futuro da ciência nesta pequena região de nove asteróides perdidos no meio do oceano, tens por direito solicitar aos responsáveis políticos explicações sobre o enorme investimento realizado para a construção do Observatório Astronómico de Santana e exigir a sua abertura ao público, coordenado por alguém que domine a matéria e viva intensamente a stronomia como tu.
O observatório deveria estar disponível para observadores amadores como tu poderem realizar observações em melhores condições e publicar os resultados nos circuitos internacionais e nas revistas especializadas.
Nunca desistas. Sabes muito bem que és uma referência para os astronómos amadores mais jovens que, com a tua ajuda e experiência poderão dar continuidade ao trabalho idealizado e projectado pela direcção da AAA mui dignamente presidida por ti. Deves aproveitar o AIA para relançar todos os projectos que estavam previstos. As poeiras resultantes da passagem dos cometas provocam na maioria das vezes cegueira cósmica a quem pretende dominar o cosmos sem ter a noção de sequer se orientar pela polar.
ASS. João Fontes

João Porto disse...

Amigo João Fontes

Só que em política não há cegueira: tudo se faz com um propósito muito claro, nada é deixado ao acaso.É uma questão de sobrevivência política! O OASA foi encerrado pela gestão danosa da última direcção e agora pertence ao governo regional. Compete ao GR reabri-lo de acordo com a superior consideração de quem o tutela! Estive, estou e estarei sempre disposto a lutar por esta causa nobre...a nossa juventude merece e foram mais de 65000 jovens que passaram pelo planetário nos Açores.Percorremos todas as escolas da Região!! Demos tudo por tudo e tudo se fez porque existia uma equipa irmanada pelo mesmo objectivo. Sózinho nada teria feito.

Um abraço aos astrónomos amadores de Sta. Maria